FANDOM


Emblema da Dobra de Água

 


Ming-Hua foi uma importante membro da Lótus Vermelho, além de uma exímia mestre de Dobra de Água, caracterizada por não possuir ambos os braços. Ela estava anteriormente detida em uma prisão de segurança máxima, acima de um vulcão, monitorada pela Ordem do Lótus Branco, até que ela fugiu com a ajuda de Zaheer e Ghazan em 171 DG. Ela morreu electrocutada no final do livro 3 de A lenda de Korra depois que Mako dirigiu um raio em sua direção, o que foi realizado e reforçado por numerosos tentáculos de água ligados a seu corpo.

História Editar

Aprisionamento e fuga Editar

Em 158 DG, Ming-Hua esteve envolvida em uma tentativa de sequestrar a Avatar Korra, o que levou à sua detenção em uma cela situada acima de um vulcão que a privou de qualquer fonte de água. Privada de qualquer entretenimento, ocupava-se inventando histórias sobre os guardas. Treze anos mais tarde, ela foi libertada após um ataque à prisão por Zaheer e Ghazan, durante o qual foi dado para ela água suficiente para criar braços protéticos (tentáculos) para permitir a sua fuga. Depois de usar água sob pressão para abrir a cela, Ming-Hua usou sua prótese para ajudar Zaheer e Ghazan a derrotar as sentinelas restantes. Uma vez que os guardas estavam todos imobilizados, Ming-Hua agradeceu seus companheiros por libertá-la, afirmando que ela ficou lisonjeada por ter sido libertada antes P'Li, a namorada de Zaheer. Os três, posteriormente, partiram para a Tribo da Água do Norte para libertar o último membro de seu grupo.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória