Fandom

Avatar Wiki

O Deserto

319 páginas
nesta wiki
Adicione uma página
Comentários0 Compartilhar

A quadrilha está presa no deserto, desamparados sem Appa. Uma sociedade secreta ajuda a proteger Iroh e Zuko da Nação do Fogo. Enquanto estavam lá, eles são reconhecidos pelos homens contratados pelo pai de Toph, que pretende capturá-los para a recompensa. Aang rastreia os dominadores de areia que roubaram Appa, e descobrem que Appa foi negociado a um comerciante em Ba Sing Se.

SumárioEditar

Aang se enfurece com Toph por não ter ajudado o Appa. Ele não dá ouvidos à suas desculpas. Logo, Aang se enfurece com o resto do grupo e decide procurar Appa sozinha. Os outros tentam seguí-lo, pois tinham que enviar a notícia do Eclipse para o Rei da Terra, e não podiam perder tempo. Em algum outro lugar, Zuko e Iroh que estavam andando num cavalo-avestruz, decidem parar para descansar. Com isso, são surpreendidos pelo Coronel Mongke e os Rinocerontes. Cada um deles é especialista em um tipo de arma. O grupo estava atrás de Zuko e Iroh, sendo considerados fugitivos. Depois de uma pequena batalha, Zuko e Iroh saem vencendo. Katara, Sokka, Toph e Momo andam pelo deserto, cansados e com sede. Sokka encontra um cacto e bebe a água que tem dentro dele, junto com Momo. Feito isso, Sokka e Momo começam a ter reações estranhas. Então, seguem a viagem.

Aang assobia seu apito, faz uma incrível onda de poeira levantar no deserto, mas nada consegue trazer Appa de volta. Xin Fu e o Mestre Xu, perguntam sobre Toph, no bar onde eles estiveram mais cedo. Eles olham os cartazes de pessoas procuradas e encontram Zuko e Iroh entrando no bar. Os dois estavam entre essas pessoas procuradas. Xin Fu e Mestre Xu decidem pegá-los. Aang volta junto ao grupo sem Appa e percebem que estão sendo perseguidos por Falcões-Vespas. Katara pede para que todos deem as mãos para que pudessem sair de lá juntos. Depois de alguns minutos, decidem parar para dormir. Katara pega um pergaminho em que mostrava a constelação. Com isso, poderia andar segundo as estrelas. No bar, Iroh encontra a ajuda que precisava. Seguiu para jogar Pai Sho com um homem. Ao terminarem, o homem parabeniza Iroh. Xin Fu não agüenta esperar e se aproxima de Iroh e Zuko para levá-los. O jogador de Pai Sho os defende e diz que eles não ficariam com o ouro todo. As pessoas que estavam no bar ouvem e se aproximam. Todos lutam contra Xin Fu e Mestre Xu. Os dois vencem a batalha, mas percebem que Iroh e Zuko fugiram.

No deserto, todos acordam para continuar a viagem que parecia não ter fim. Logo, Toph chuta um objeto e diz que foi forte o bastante para sentir as vibrações. Era um barco soterrado. Em um outro lugar, Iroh entra num clube secreto, onde era sócio, para buscar ajuda. Zuko espera do lado de fora. Aang e os outros usam o barco dos dominadores de terra para sairem do deserto. Depois de algum tempo, chegam a uma montanha. Essa montanha era a moradia dos Falcões-Vespas. Vários deles saem de suas tocas, prontos para atacarem o grupo de Aang. Todos descem o mais rápido possível, mas lá em baixo, são encurralados por vários Falcões-Vespas. Eles foram salvos por Dominadores de Areia. Ao terminar a reunião, Iroh diz que ele e seu sobrinho irão para Ba Sing Se, onde estariam seguros. Toph reconhece a voz de um deles e diz que esse dominador de areia foi um dos que levaram Appa.

Iroh e Zuko saem escondido do clube. Aang se enfurece com o acontecimento, e entra no Estado Avatar, destruindo todos os barcos dos dominadores de areia. O dominador de areia, diz que trocou Appa e que ele seria vendido no Reino da Terra. Pestes a fazer um tornado de areia, Katara segura a mão de Aang e o abraça, fazendo com que ele voltasse ao estado normal.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no Fandom

Wiki aleatória