Fandom

Avatar Wiki

Omashu

319 páginas
nesta wiki
Adicione uma página
Comentários0 Compartilhar

Emblema do Reino da Terra.png

Omashu é a segunda maior cidade do Reino da Terra e a capital de uma das suas províncias. Apenas Ba Sing Se, a capital do Reino da Terra, é maior. Foi um dos últimos grandes redutos do Reino da Terra e um fornecedor de homens e armas até sua queda nos últimos meses antes do fim da guerra. A cidade também era muito conhecida pelo seu famoso sistema de entrega movimentado por Manipulação de Terra e gravidade.

Omashu está localizada nas Montanhas Kolau no sudoeste do Reino da Terra. A cidade é construída sobre uma série de colinas, e está rodeada por um grande abismo. Omashu é muito bem fortificada.

Anteriormente governada pelo Rei Bumi, Omashu foi tomada pela Nação do Fogo e renomeada Nova Ozai. Entretanto, durante o Dia do Sol Negro, o Rei Bumi libertou sozinho a cidade da Nação do Fogo.

HistóriaEditar

OrigemEditar

Uma antiga lenda diz que um homem chamado Shu e uma mulher chamada Oma, cada um de uma das duas cidades em guerra, se encontraram no topo de uma montanha que dividia seus povos e se apaixonaram profundamente. Embora seu relacionamento fosse proibido e perigoso, eles continuarem se encontrando. O casal achou uma maneira de continuar a se ver em segredo. Observando as Toupeiras-Texugo, o casal se tornou os primeiros dobradores de terra. Usando seus novos poderes, eles criaram um grande labirinto que só eles poderiam navegar. Isso permitiu que eles se encontrassem secretamente, enquanto qualquer outra pessoa que tentasse segui-los ficaria perdida eternamente nos túneis sempre mutáveis.

Um dia, Shu não foi encontrar Oma, nem ele nunca mais. Shu tinha sido morto na guerra entre suas duas aldeias. Oma, atingida pelo sofrimento e pela tristeza, realizou uma aterradora demonstração de poder de terra que poderia facilmente destruir ambas as aldeias. Em vez disso, ela decretou o fim do conflito e exigiu que as duas aldeias vivessem em paz. As aldeias em conflito uniram-se e construíram uma nova cidade para honrar o amor do casal. Esta cidade eventualmente cresceu e se tornou Omashu, o nome sendo derivado da combinação de seus dois nomes. O epitáfio curto encontrado nas sepulturas dos amantes dentro da caverna lê apenas "O amor é mais brilhante no escuro".

Durante as conquistas de Chin, o Conquistador, quase a totalidade do Reino da Terra, Omashu não sendo nenhuma exceção, caiu nas mãos deste tirano. A cidade permaneceu sob seu domínio até Avatar Kyoshi se recusar a permitir que Chin conquistasse a península que ela chamava de casa. Chin caiu para a sua morte no mar abaixo quando ele obstinadamente se recusou a mover-se como as pedras debaixo de seus pés desmoronaram no mar. Sua morte assinalou o fim da guerra. Mais tarde, durante o tempo do Avatar Aang, a cidade foi governada pelo Rei Bumi.

A principal indústria de Omashu estava na produção de armas e suprimentos para o esforço de guerra. Os civis tinham desenvolvido um sistema de correio complexo e eficiente usado para transportar mercadorias em toda a cidade que empregava dobra de terra e gravidade usando extensas rampas e calhas. Bumi e Aang usaram as rampas como tobogãs em sua infância, algo que o último convidou Sokka e Katara para tentar cem anos mais tarde.

Sob o domínio da Nação do FogoEditar

Arquivo:Return to Omashu.png

Algum tempo depois da primeira visita de Aang, Katara e Sokka à cidade durante a Guerra, Omashu foi apreendido pelas forças da Nação do Fogo. O Rei Bumi, sempre pragmático e enigmático, entregou a cidade às forças da Nação do Fogo sem lutar. A cidade foi rebatizada de Nova Ozai em honra do Senhor do Fogo Ozai por sua filha, a Princesa Azula, durante a primavera seguinte.

Toda a cidade foi submetida a uma reconstrução maciça para melhor atender às necessidades da Nação do Fogo. A construção de uma enorme estátua do Senhor do Fogo Ozai no pico da cidade começou, e o palácio foi completamente demolido e substituído pela arquitetura de palácio de metal favorecido pela Nação do Fogo. Isso pode ter sido em parte devido ao fato de que o antigo palácio foi projetado especificamente para dobradores de terra e como tal a maioria dos quartos só poderia ser acessado através do uso de dobra de terra. Isso faria entrada e saída em algumas dessas salas impossível para não-dobradores de terra. Muitos dos edifícios comuns foram requisitados pela nação do fogo e transformados em fábricas com as chaminés que poluiam o céu.

Ukano tornou-se o governador de Nova Ozai, substituindo o deposto Rei Bumi, que foi levado em custódia depois de render a cidade. No entanto, muitos cidadãos e soldados foram capazes de escapar e formar um grupo de resistência subterrânea.

LibertaçãoEditar

Durante o Dia do Sol Negro, o preso Bumi viu que chegou a hora de libertar a cidade e libertar-se da prisão. Depois disso, ele passou a derrotar os mestres do fogo impotentes e sozinho recuperar sua cidade da Nação do Fogo; Ele chegou até a profanar e destruir a recentemente concluída estátua de Ozai, destruindo o novo palácio Ozai, enquanto ria maniacamente e comia jennamita. Sua fuga foi vital para a eventual libertação do Reino da Terra da Nação do Fogo.

Anarquia no Reino da TerraEditar

Depois da morte da Rainha da Terra Hou-Ting e da fragmentação do Reino da Terra, Omashu e seu estado continuaram resistindo as tentativas de anexação de Kuvira por três anos. Pouco depois da transformação do Reino da Terra no Império da Terra, no entanto, Omashu cedeu ao seu regime e permaneceu sob seu controle até que ela fosse presa após sua tentativa fracassada de anexar a República Unida das Nações.

GovernoEditar

A cidade de Omashu é governada por um rei que exerce o controle absoluto sobre seus súditos. Durante o tempo em que Omashu foi conquistado pela Nação do Fogo, um governador foi nomeado pelo próprio Senhor do Fogo Ozai. Este governador exerceu o controle civil e militar em nome do governo central da Nação do Fogo, como demonstrado em sua ordenação contundente para a evacuação de todos os cidadãos. Ele respondia apenas ao Senhor do Fogo ou a Família Real.

Formatos e descriçãoEditar

A cidade de Omashu fica dentro das Montanhas Kolau, cercada por todos os lados por íngremes cânions e um enorme desfiladeiro. Os três portões da cidade são compostos de blocos maciços de pedra, cada um com cinco pés de espessura e mais de trinta metros de altura. Como resultado, as portas só podem ser abertas por qualificados dobradores de terra que guardam a sua única entrada. A cidade em si é construída sobre uma série de colinas. O palácio está no monte mais alto, que é centrado atrás de algumas outras colinas. A cidade tem milhares de casas para cidadãos comuns e nobres, bem como centenas de lojas, restaurantes e oficinas de cerâmica. A maioria dos tipos de empresas em Ba Sing Se estão presente em Omashu também. A cidade também tem um sistema de correio complexo, em que os pacotes são transportados usando dobra de terra e gravidade. Os edifícios em Omashu são construídos geralmente da pedra, ao contrário da maioria de edifícios no reino da terra, e têm telhados telhados verdes.

Durante a ocupação da cidade,as ruas foram pavimentadas; Andaimes eram uma visão comum. A cidade produziu poluição como resultado da tecnologia da Nação do Fogo, que produzia uma grande quantidade de fumaça. Uma enorme estátua do Senhor do Fogo Ozai foi construída no centro da cidade. Soldados também patrulhavam a cidade, reforçando as novas leis sobre os cidadãos. Uma bandeira que representava o emblema da Nação do Fogo pendia sobre a entrada que levava à entrada da cidade. Além disso, o portão de terra original foi substituído por um metal, permitindo que não-dobradores de terra acessar a cidade.

Locais Editar

Palácio RealEditar

Artigo principal: Palácio real de Omashu

O Palácio Real de Omashu era o lar do rei da cidade antes de sua anexação pela Nação do Fogo e estava localizado no topo do pico central da montanha de Omashu. Era um palácio que consistia inteiramente em portas operadas a terra e seria impossível para qualquer um, com exceção de um mestre de terra, navegar nela.

Sistema de esgoto de Omashu Editar

O sistema de esgoto Omashu é uma série de túneis interligados debaixo da cidade de Omashu, usado para transportar água e esgoto para fora da cidade. O sistema de esgoto é um lugar muito escuro e úmido cheio de todos os tipos de sujeira e bichos incomuns, incluindo os pentapus roxo. O sistema de esgoto termina no fundo do desfiladeiro e é uma das únicas maneiras de esgueirar-se dentro e fora de Omashu. Aang sabia sobre essas passagens secretas de experiências passadas por ter brincado por lá com Bumi. Aang navegou o sistema acompanhado por Katara e Sokka quando queriam entrar na cidade durante sua ocupação pela Nação do Fogo.

Palácio Real de Nova OzaiEditar

Depois que a Nação do Fogo tomou o controle da cidade, o antigo palácio real foi substituído por um novo construído para abrigar o governador e sua família. Foi situado em uma elevação mais baixa e exibiu uma exposição grande de características arquitetônicas tradicionais da Nação do Fogo. O edifício era de três andares de altura e tinha uma estrutura em camadas que imitava a de um templo, sendo o nível mais alto o menor. As telhas cobriram o telhado, que era vermelho na coloração e alinhado por um aparamento amarelo ao longo das bordas. Fora para os lados do palácio foram linhas de entrega de correio, e toda a estrutura foi elevada acima do solo.

O palácio possuía muitas varandas espaçosas, feitas de uma pedra amarela e tinham ornamentos dourados que alinhavam-se a grade. Colunas de cor cinza suportavam a varanda no segundo andar, e por trás dessas colunas havia uma parede com a mesma tonalidade que suportava a entrada principal do edifício. O segundo andar também tinha um camarim, onde muitas almofadas do palácio e brinquedos do bebê eram mantidos, embora muitas vezes espalhados pelo chão. Pelo menos dois animais empalhados foram armazenados na sala, sendo um ursinho de pelúcia. No centro da sala havia uma mesa onde uma tigela de frutas variadas seria deixada para os moradores do palácio para comer, e ao lado havia um armário marrom.

Sistema de entrega de Omashu Editar

O sistema de correio de Omashu é uma rede de ligação que continua por quilômetros na cidade. Dobradores de terra movem os pacotes em torno de uma pista diferente, que pode viajar para qualquer lugar na cidade. Aang e Bumi o usaram como um "super tobogã" pouco antes do início da Guerra. Cem anos mais tarde, Aang usou o sistema como um tobogã com Katara e Sokka, embora desta vez, usando dobra de ar para aumentar sua velocidade. Aang utilizou o sistema outra vez ao tentar resgatar Bumi que estava preso.

Figuras conhecidas Editar

† indica falecimento.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no Fandom

Wiki aleatória