FANDOM


Emblema da Tribo da Água.png

 Emblema da República Unida das Nações.png


Sokka é um guerreiro que nasceu e cresceu na Tribo da Água do Sul criado por sua avó Kanna, ele viveu uma vida de um adolescente normal em sua tribo até que em "O Garoto no Iceberg" ele e sua irmã Katara navegam pelo mar e encontram um iceberg e lá havia um garoto Nômade do Ar congelado, que permaneceu incubado durante um período de 100 anos que inclusive é o Avatar, que tem esperança de que pode aprender a controlar os elementos e acabar com a guerra entre as quatro nações. Logo após isso ele e sua Katara deixam sua tribo para viajar ao lado de Aang e ajudá-lo em sua jornada, e também é um membro da Equipe Avatar.

Personalidade Editar

Sokka é responsável meio pessimista e bastante sarcástico, geralmente é o responsável pela maioria das cenas de comédia na serie devido suas trapalhadas, ou por dizer algo que não devia , tende a ser bastante cético em certos assuntos como visto no livro um quando ele desclassifica sistematicamente uma vidente, nutri um ódio pela nação do fogo por causa da guerra e por ter sido os responsáveis pela morte de sua mãe. 

Sokka é bastante maduro para sua idade, devido ao fato de seu pai ter saído para lutar na guerra e deixado ele a cargo de cuidar de sua irmã Katara assim como todos na sua aldeia. Apesar de Sokka não possuir talentos de dominação, ele se mostra bastante perceptível aos detalhes e sempre usa de sua inteligencia e astucia para se sobressair em uma situação difícil, mas mesmo assim ele por muitas vezes se sente inferiorizado por não ter poderes de dobra , fato que o faz procurar um professor de esgrima no livro 3 que apesar de não demonstrar grandes habilidades de batalha seu mestre diz que a maior habilidade de Sokka esta em sua criatividade , ele também tem uma grande capacidade de liderança como visto no dia do sol negro quando ele assumiu liderança do exercito quando seu pai se feriu em combate , ou quando coordenou a invasão dos dirigíveis da nação do fogo no chegada do Cometa Sozin. 

Uma grande característica do Sokka e seu carisma e charme para com as garotas , ele ate mesmo chega a dar conselhos a Aang sobre garotas, mas seu jeito engraçado e manso de falar faz com que as garotas logo se apaixonem por ele como a Princesa Yue e Ty Lee , mas no final ele se apaixona pela Suki e os dois ficam juntos. 

Relacionamentos Editar

Aang: Inicialmente achava que ele era um espião da nação do fogo , mas após ver como ele defendeu sua tribo e descobrir que ele era o avatar, somando o fato de que tinham inimigos em comum Sokka acaba por ficar muito amigo dele, atualmente são bons amigos. 

Katara: Por serem irmão a relação de Sokka e Katara muitas vezes passa por atritos que resultam sempre nele molhado ou coberto de gelo, mas no fundo Sokka se preocupa bastante com sua irmã e é capaz de qualquer coisa para protegê-la. 

Toph Beifong: A relação deles e bastante cômica , pela fato da Toph sempre zombar e humilhar o rapaz por sempre se atrapalhar ou por não poder lutar de igual contra dobradores , mas no livro três e mostrado que Toph tem certos sentimentos pelo Sokka pelo fato dela ter ficado corada quando fingiu não sentir falta dele, mas em essência são bons amigos. 

Zuko: Assim como quase todos no grupo Sokka não se deu bem com o Zuko pelo fato dele ter atacado sua aldeia, e por ter sempre perseguido Aang, mas quando Zuko se une ao grupo ele inicialmente parece indiferente com o rapaz, mas após o Zuko ajuda-lo a salvar seu pai e sua amada Suki da prisão de segurança máxima da nação do fogo ele passa a ter grande respeito por ele.  

Habilidades Editar

Inteligência Editar

Ciência e engenharia Editar

Para um habitante de um mundo fortemente apoiado pela mística arte de dobrar, Sokka mostrou uma afinidade notável em relação à ciência. Ele era capaz de criar armas a partir de uma variedade de materiais, e aprendeu a construir explosivos amadores com seu pai, que ele uma vez usou para simular dobra de fogo. Em outro exemplo, Sokka usou truques e ilusões de ótica para ajudar sua irmã Katara a falsificar a habilidade de dobrar terra.

Sokka mostrou seu incrível potencial intelectual, capacidade de aprender e habilidades de pensamento crítico durante toda a viagem da Equipe Avatar. Ele absorveu informações de maneira rápida e completa e resolveu problemas a um ritmo alarmante. Um exemplo disso pode ser visto quando ele resolveu o dilema do balão de ar quente, que até mesmo um gênio da engenharia não conseguiu resolver, pouco depois de ter o conceito explicado a ele.

Estratégia e táticas Editar

Sokka explica seu plano Sokka explicou a Aang o novo plano de invasão. Como um não dobrador entre um grupo de dobradores mestres, Sokka foi ofuscado frequentemente pelas habilidades de seus amigos. No entanto, foi Sokka que normalmente planejava planos, reunia informações e coletava dados e mapas que poderiam ajudar seu grupo a derrotar a Nação do Fogo. Ele muitas vezes se tornou o navegador e escolheu o caminho a seguir, apesar das objeções dos outros. Suas habilidades como um lutador melhoraram visivelmente enquanto a busca da equipe continuou. Sokka empregou outras estratégias para derrotar inimigos maiores. Ele incapacitou Wan Shi Tong usando o elemento surpresa e atacando-o de cima. Nesse encontro particular, a sagacidade de Sokka sucedeu onde a dobra de Aang e de Katara falharam. Foi também Sokka que descobriu que um eclipse solar desabilita a habilidade de dobra dos dobradores do fogo e foi sua a ideia de viajar para Ba Sing Se e informar o Rei da Terra. Quando Ba Sing Se e o Reino da Terra caíram, Sokka planejou um novo plano de invasão para atacar a Nação do Fogo no Dia do Sol Negro com um grupo de amigos e aliados que eles tinham feito, ao invés dos exércitos do Reino Terra. No dia do Cometa de Sozin, ele desenvolveu uma estratégia que permitiu a si mesmo, Suki e Toph derrubar toda a frota de naves da Nação do Fogo. Talvez seu maior triunfo, no entanto, foi sua vitória quase sozinho contra o Homem Combustão usando seu boomerang para bater sua tatuagem na testa para bloquear o fluxo de chi do último. Esta ação acabou resultando na morte do Homem Combustão, algo que os esforços combinados de todos os seus amigos não conseguiram fazer.

As habilidades de liderança de Sokka evoluíram quando a Guerra terminou. Inicialmente, ele assumiu a liderança do grupo baseado no fato de que ele era o mais velho, que ele tinha algum treinamento rudimentar como guerreiro, e que Aang era apenas um garoto pateta. No entanto, sua atitude mandona enfureceu Katara. Suas habilidades também foram minadas por sua xenofobia, chauvinismo e sua teimosia no geral. No entanto, Sokka geralmente estava disposto a admitir quando ele estava errado. Isso parecia ganhar o respeito de várias das pessoas que ele conheceu e ajudou a crescer como um guerreiro e como uma pessoa. Também deve ser notado que Sokka foi ocasionalmente certo em suas opiniões. Sua imaturidade, no entanto, muitas vezes fez com que Katara e Aang o ignorassem. Na segunda temporada, Sokka parecia ter amadurecido e se referiu ao grupo como uma equipe. Ele também parecia respeitar as opiniões dos outros. Eles, por sua vez, consideraram seu conselho mais a sério, chegando mesmo a confiar nele. Mais tarde, na terceira temporada, o grupo contou a Sokka o quanto precisavam dele. Sem ele, eles estavam entediados, perdidos, incapazes de decidir o que fazer, não conseguiam se lembrar do que precisavam fazer e estavam sendo torturados pelas piadas horríveis de Katara, até o ponto em que Aang admitiu: "Acho que as piadas não funcionam na família ", para seu desgosto.

Artes Editar

Sokka mostrou um notável talento para a poesia. Quando tropeçou em uma leitura da poesia, foi desafiado pela instrutora em uma competição do haiku e prendeu seus próprios e quase ganhou. No entanto, sua arrogância obteve o melhor dele, e ele foi jogado fora por ter acidentalmente adicionando uma sílaba extra para o final de um haiku, onde posteriormente renunciou seu amor de curta duração para a poesia. Sokka era também, embora de maneira cômica, um artista terrível, contudo de algum modo estranhamente inconsciente ou na negação dele. Ele defendeu emocionalmente sua "obra de arte", que ainda era recebida com mais risos de seus pares.

Proficiência em armas Editar

Enquanto treinava para ser um soldado para a Tribo da Água do Sul, Sokka tornou-se proficiente em uma variedade de armas, o mais notável sendo o seu boomerang, sua marca registrada, com o qual ele mostrou uma precisão impressionante, mesmo de um ponto cego determinando a linha de fogo do inimigo. Seu arsenal incluiu também clavas, um facão, lanças, e uma espada do ferro do meteorito, embora perdeu isto durante a batalha na floresta de Wulong.

Esgrima Editar

Espada de Sokka Sokka foi treinado formalmente em esgrima, revelando o lado sério de sua personalidade. Desejando contribuir mais para sua equipe no combate real, Sokka decidiu aprender a arte da espada, empunhando uma espada Jian. Sob a tutela do espadachim Piandao da Nação do Fogo, Sokka passou por várias atividades, incluindo sparring matchs com o mordomo Fat para aperfeiçoar suas habilidades de esgrima e artes como pintura, caligrafia e jardinagem na pedra para aguçar sua mente. Eventualmente, quando instruído a fazer sua própria espada, ele usou fragmentos de um meteorito que caiu na noite anterior para coletar o metal necessário para forjar sua lâmina. A espada de Sokka, como a de seu mestre, foi modelada tal como uma jian da dinastia Qing, mas tinha as propriedades do material alienígena usado para a sua criação, tornando-o único. A lâmina manteve uma aparência incomum todo preto e foi capaz de cortar os materiais mais duros, como o aço. Embora Sokka provou ser incapaz de derrotar seu mestre em um duelo, Piandao afirmou que Sokka possuía as características que um dia poderia fazê-lo um espadachim ainda maior do que ele. Durante a passagem do Cometa de Sozin, Sokka foi mais uma vez capaz de provar suas habilidades proficientes na luta. Mesmo depois de quebrar sua perna de uma queda e segurando em Toph, que estava prestes a cair a sua morte, ele conseguiu tirar dois dobradores de fogo que estavam prestes a acabar com ele. Derrotou-os tirando o boomerang e jogando-o para o primeiro mestre de fogo, derrubando-o, e procedendo a chutar sua espada no ar, pegando-a e jogando-a para cortar a plataforma em que o outro mestre de fogo estava de pé. No entanto, ele perdeu ambos os itens no processo.

Mais exemplos estavam presentes em sua formação com Piandao. Sokka se tornou um espadachim avançado rapidamente, superando o criado de Piandao, Fat, em apenas alguns dias. Ele também conseguiu obter uma firme compreensão sobre metalurgia naquele curto espaço de tempo, como ele forjou sua própria espada e mais tarde uma armadura para Appa. Sua habilidade única de pensamento crítico entrou em jogo muitas vezes através dos exercícios de treinamento de Piandao. Ele "carimbou sua identidade" em uma página, aplicando tinta em seu rosto e rolando sobre o papel depois que ele foi informado que ele ficou um pouco dele sobre ele enquanto pensava. Durante o exercício de jardinagem, ele "manipulou o terreno para sua vantagem", rodando pedras e relocação de musgo para fazer uma espécie de espreguiçadeira na sombra, apelando assim para o seu amor de relaxamento.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória