FANDOM


Emblema da Dobra de ArEmblema da Dobra de ÁguaEmblema da Dobra de TerraEmblema da Dobra de FogoEmblema dos Nômades do Ar

"Avatar Aang Eu sei que você é um espírito amável e os monges ensinaram você bem, mas isso não é sobre você, é sobre o mundo."
— Yangchen aconselhando Aang


O Avatar Yangchen foi a avatar Nômade do Ar imediatamente seguinte ao Avatar não nomeado do fogo antes do Avatar Kuruk. Aang o viu pela primeira vez como uma Avatar sem nome quando Roku explicou a função do Estado Avatar. Mais tarde, ela se apresentou a ele quando ele estava em coma após o ataque relâmpago de Azula que recebeu. Ele, no entanto, não lembrou deste encontro após ele acordar do coma. Finalmente, ela se manifesta antes quando ele estava meditando sobre como parar o Senhor do Fogo Ozai sem matá-lo, dando o conselho que ele deve sacrificar suas próprias necessidades espirituais quando o mundo exige.

Yangchen era uma Avatar respeitada conhecida por sua sabedoria, determinação e poder. Apesar de ser uma Nômade do Ar, Yangchen era temida em seu tempo devido a sua vontade de fazer "o que for necessário" para proteger o mundo e mantê-lo em equilíbrio. Sequer uma ameaça de guerra ocorreu para toda uma geração após seu tempo. Yangchen nasceu e foi criada no Templo do Ar ocidental. Ela, como todos os Avatares, dominou todos os quatro elementos e o Estado Avatar. Yangchen provou ser poderosa e temida até mesmo por sua disposição em fazer o que for preciso para manter a paz. Ela era tão respeitada como Avatar que duas estátuas foram feitas a sua homenagem: Uma no Templo do Ar do Oeste e outra no do Leste.

História Editar

Vida Editar

Yangchen nasceu e criou no Templo do Ar do Oeste. Como todos os Avatares, ele veio a dominar os quatro elementos e o Estado Avatar para manter a paz mundial.

Uma semana depois, ela conseguiu dominar todos os elementos foi com seu mentor, a professora Boma, ela visitou a maior cidade da época, porque o líder lá enviou uma chamada urgente, prevê-se que uma ameaça se aproximaria à cidade. Ela esperou a ameaça, que acabou por ser o general Hierro Viejo, ela o confrontou e pediu-lhe para explicar o que ele estava fazendo lá, ele contou-lhe sua história e a de Tienhai e depois atacar a aldeia. Yangchen então o confronta e alcança um acordo com ele, em troca de render-se, ela iniciaria uma tradição entre os monges do ar para manter a paz, que mais tarde seria conhecido como o dia de Yangchen.

Aparições durante a vida de Aang Editar

Durante seu breve encontro com Aang, ela convenceu-o a não se sentir culpado, vendo como Avatares anteriores também haviam lutado e cometeram erros. Embora ela disse a Aang muito pouco sobre sua história, ela se sentiu muito compreensiva para com a sua vergonha de não proteger Ba Sing Se.

Yangchen também comunicada a Aang: o Avatar deve ser compassivo para com todas as pessoas, e a única maneira de fazê-lo estava a viver entre eles. Se o Avatar for em vez de um espírito todo-poderoso imortal vivendo no topo de uma montanha, ele não teria nada em comum com as pessoas comuns. Ela reconheceu que o Avatar deve experimentar a vida humana e emoções, como tristeza, raiva, alegria e felicidade. O Avatar tem que aprender o quanto a vida humana é preciosa, a fim de compreender a necessidade de protegê-la, assim com cada encarnação, o Espírito Avatar chega mais perto de compreender completamente o que realmente significa ser ser humano.

Aparições durante a vida de Korra Editar

Avatares

Yangchen e todos os Avatares anteriores de Korra.

Yangchen estava presente junto com todos os outros Avatares quando Aang passou o conhecimento de Dobra de Energia para Korra e devolveu o Dobra, o que representou a conexão recente que ele fez com seu eu espiritual.

Enquanto Unalaq atacava Raava, Korra observou Yangchen entre a visão de todos os Avatares passados; No entanto, Yangchen, juntamente com todos os avatares anteriores, perderam sua conexão com Korra.

PersonalidadeEditar

Yangchen, embora criada pelos Nômades do Ar, colocou o pacifismo de lado para cumprir suas funções como Avatar.[1] Ela estava ansiosa para cumprir seu dever como o Avatar e tinha um forte desejo de provar a si mesma aos mentores, mesmo colocando uma fachada de confiança durante situações de medo.[2] Embora os Nômades do Ar ensinem a separação do resto do mundo físico, ela acreditava que o Avatar nunca poderia fazer isso, porque seu único dever é para o mundo.[1]

ReferênciasEditar

  1. 1,0 1,1 "O Cometa de Sozin, Parte 2: Os Velhos Mestres". Avatar: A Lenda de Aang. Temporada 3. Episódio 19. Nickelodeon. (19 de julho de 2008). Aaron Ehasz (roteirista) & Giancarlo Volpe (diretor).
  2. Do antigo site oficial de Avatar: A Lenda de Aang, originalmente em Nick.com (link). Em inglês; já não mais atualizado.